• blogdojotaeme

Botafogo foi o clube que mais investiu na primeira janela de transferência: R$ 65 milhões

O Botafogo é mesmo um novo rico. A prova, foi o clube brasileiro que mais gastou em contratações na primeira janela de transferência, encerrada na última terça, 12. O Botafogo de John Textor investiu cerca de R$ 65 milhões na contratação de 11 jogadores. Isso representa 43,33% dos R$ 150 milhões despejados nas contas do Botafogo, após a transformação em Sociedade Anônima de Futebol (SAF), cujas ações majoritárias, 90%, pertencem ao grupo Eagle Holding do americano.


O Athletico-PR, que gastou R$ 54,5 milhões, com a compra do seu trio de ataque formado por Vitor Roque, Agustín Canobbio e Tomás Cuello é o segundo clube brasileiro que mais investiu nesse período. O Flamengo ficou em terceiro no ranking com R$ 51,5 milhões gastos, Palmeiras, com R$ 36,2 milhões, e Internacional, com R$ 10,8 milhões ficaram em quarto e quinto lugares respectivamente. Vale ressaltar ainda que o elenco do Botafogo ficou em 11º lugar em valorização.

O Botafogo foi vendido por um total de R$ 1,4 bilhão, no início deste ano, sendo R$ 400 milhões para investimento no futebol num período de três anos, e um bilhão, relativo à quitação da dívida de mesmo montante. Ao assinar o contrato vinculante John Textor repassou R$ 50 milhões numa operação de empréstimo ponte, uma espécie de adiantamento, uma vez que o clube não dispunha de qualquer recurso para se manter. Ao fim do período de transição recebeu mais R$ 100 milhões, restando a receber, R$ 250 milhões em três anos. O que não impede John Textor investir acima de valor.

O volante Patrick de Paula foi a contratação mais cara da história do clube. O Botafogo pagou R$ 33 milhões ao Palmeiras por 50% dos direitos econômicos do jogador, o que torna também q quarta contratação mais cara do futebol brasileiro. A primeira é Arrascaeta do Flamengo que pagou ao Cruzeiro R$ 63,7 milhões, enquanto a segunda foi a de Leandro Damião, quando o Internacional pagou R$ 41,6 milhões ao Santos para ter o jogador.

Patrick de Paula maior contratação do Botafogo Imagem: Vitor SIlva/Botafogo


É importante salientar, que o alvinegro tem opção de compra de mais 20% dos direitos econômicos do PK, como Patrick também é conhecido, principalmente nas redes sociais. O Botafogo terá que pagar mais 3,5 milhões de euros ao Palmeiras. Nesse caso, a transação passará a ser a segunda maior do futebol brasileiro, atingindo um total de R$ 51 milhões.


Dos 11 contratados, o clube gastou dinheiro com seis, enquanto os outros vieram por empréstimo, ou estavam livres no mercado. Além de PK, o clube comprou também Vitor Sá, Gustavo Sauer, Tchê, Oyama e ainda tenta um camisa 10.


Os 11 jogadores que chegaram na era Textor são: o lateral direito Renzo Saravia, os zagueiros Philipe Sampaio e Vitor Cuesta, o lateral esquerdo Nicholas Hämäläinen, os volantes Luís Oyama, Tchê Tchê e Patrick de Paula, os meias Lucas Piazon e Lucas Fernandes, os atacantes Gustavo Sauer e Vitor Sá.


Para a segunda janela (17 de julho a 15 de agosto) já estão certos o lateral esquerdo do Wolverhampton, com pré-contrato assinado e Eran Zahavi do PSV, cuja negociação está sendo conduzida diretamente por John Textor.


2 views0 comments